Algumas curiosidades sobre a Assembleia de Deus

Folheando hoje um exemplar do jornal O Assembleiano, que editei em 1991, deparei com uma página de curiosidades sobre a Assembleia de Deus. Foi na edição em que publicamos a matéria dos 80 anos da denominação no Brasil. Reproduzo aqui algumas delas, com as devidas ou arbitrárias adaptações e alguns adendos.

Datas importantes

19 de novembro de 1910 — Os pioneiros Daniel Berg e Gunnar Vingren chegam a Belém do Pará.

13 de junho de 1911 — Um grupo de irmãos é cortado da comunhão da Igreja Batista por aceitarem a doutrina pentecostal.

18 de junho de 1911 — O culto realizado nesse dia, na casa da irmã Celina Albuquerque, com a presença de excluídos e alguns ainda membros da Igreja Batista, marca o início da Assembleia de Deus no Brasil. É a data em que se comemora a sua funda­ção.

11 de janeiro de 1918 — A denominação é registrada oficialmente como pessoa jurídica e adota o nome Assembleia de Deus (antes disso, chamava-se Missão da Fé Apostólica).

Primeiro batismo no Espírito Santo

A primeira pessoa a receber a pro­messa do batismo com o Espírito Santo no Brasil foi Celina Albuquerque, no dia 2 de junho de 1911. Depois de um culto em que buscava o batismo, ela continuou orando em casa. À uma hora da ma­drugada, começou a falar em línguas, só parando duas horas depois.

Getúlio Vargas

O presidente Getúlio Vargas, que tomou o poder no Brasil após a sua vitó­ria na revolução de 1930, manteve boas relações com a Assembleia de Deus. A explicação é que vários de seus parentes eram crentes pentecostais.

Dólar — mau negócio

Uma interessante nota sobre o câmbio na época dos pioneiros. Numa carta datada de 1932, Gunnar Vingren fala do sustento que recebia do exterior: “A moeda brasileira subiu aqui neste último tempo, de forma que rece­bi menos pelos dólares a mim enviados”.

A escolha do nome Assembleia de Deus

O nome da denominação foi esco­lhido, segundo o testemunho de Manoel Rodrigues, um dos primeiros assembleianos brasileiros, numa parada de bonde. Gunnar Vingren perguntou a um grupo de irmãos que após o culto estava aguardando a condução qual nome se deveria dar à jovem igre­ja, que estava para adquirir personalidade jurídica. Explicou-lhes que nos Estados Unidos as igrejas adeptas da doutrina pentecostal usavam o nome “Assembleia de Deus” ou “Igreja Pentecostal”. Todos decidiram pelo primeiro.

Costumes

No dia 1.° de janeiro de 1935, a denominação aprovou uma disposição em Assem­bleia Geral sobre o “uso de mundanismos que se querem insinuar dentro da Igreja de Deus”. Foi resolvido que a partir daquela data a irmã que cor­tasse o cabelo seria excluída do rol de membros.

Gentinha?

O Isael de Araujo, autor do Dicionário do movimento pentecostal, numa conversa ao telefone chamou a minha atenção para um ponto interessante. A Assembleia de Deus por muito tempo foi considerada uma igreja de pobres e, de fato, sempre se identificou com a parcela menos favorecida da população. Entretanto, o grupo pioneiro, oriundo da Igreja Batista, de forma alguma se encaixava nesse perfil, pois seus membros eram, em grande parte, representantes das classes média e média alta de Belém do Pará.

Anúncios

6 comentários em “Algumas curiosidades sobre a Assembleia de Deus

  1. o termo “rebeldia” é muito relativo a depender da posição que se assume em relação ao objeto de análise. Imaginemos o que seria das igrejas se não fosse a REBELDIA de Lutero… imaginemos o que seria do proletariado se não fosse a rebeldia dos ILUMINISTAS…imaginemos o que seria da Europa se não fosse as revoluçoes liberais…imaginemos o que seria do pentencoste sem a presença visível do Espírito Santo? Como pode-se ver, a linha que separa a Rebeldia da conformidade é muito tenue.

    Curtir

  2. A bençoados homens de Deus, quero saber mais, sei que os Senhores,
    sabem atos e fatos que aconteceram no decorrer da pelegrinação histórica, crescimento e desenvolvimento. no início cresceu, agora pareçe qu o freio foi puchado por alguns líderes, porém se percebe um pouco de desenvolvimento, isto é,líderes e membros mais preocupados com o saber, com o conhecimento. Quem sabe, depois desta safra de jovens líderes crescidos na Graça e conhecimento, chegarão ao ápice do crescimento e desenvolvimento e atingirão todas as naçoes, para a espera da volta do Rei dos Rei.
    Obrigado que o Trino Deus e pai continue os iluminando….

    Curtir

  3. DANIEL E GUNNAR vieram ao Brasil por custeio próprio não ligados a denominação a qual pertenciam. Aqui já em solo brasileiro e como a 1ª IB FICA Justamente as proximidades da Escadinha local onde desembarcaram foram assistir aos cultos lá realizados eles embora batistas não eram membros da Igreja local Batista. Eles foram expulsos colocados para fora no sentido literal e não tirados do rol de membros pois não pertenciam a ele. Agora os irmãos que simpatizaram com a mensagem os acompanharam, eles sim(os irmãos) foram depois excluidos do rol de membros. Claro a mensagem pentecostal. Independente disso a obra cresceu Batistas e Assembleianos se amam falo assim por ter em minha família mebros da Igreja Presbiteriana, Batista e IEAD nos relacionamos muito bem em Cristo Jesus. E Nada nos separa do amor em Cristo revelado.

    Curtir

  4. Algumas ponderações “heréticas”.
    Por favor não se ofenda.

    É interessante notar que o movimento se iniciou de um ato de insubordinação e rebeldia.

    Eles foram inclusives cortados da comunhão….

    Prática que a IEAD também passou a praticar no futuro em relação aos seus próprios “rebeldes”.

    O nome “Missão de Fé Apostólica” era melhor.

    O nome AD é uma forma de se quebrar o mandamento que diz “Não usarás o nome do teu Deus em vão”. E como AD se tornou em uma instituição pública etc… a imprensa, as pessoas e nós mesmos estamos o tempo todo usando o nome de forma tão corriqueira que o mandamento não permite que façamos. Banalizou o nome do nosso Deus colocando ele como denominação de uma igreja. Nem mesmo a ICAR cometeu este erro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s