AD de Belém inaugura réplica do primeiro templo

Réplica do primeiro templo: fachada

Como parte dos festejos do Centenário da denominação no Brasil, a AD de Belém inaugurou no último domingo uma réplica de seu primeiro templo, que foi contruído em 1914.

É óbvio que o prédio não corresponde ao original em todos os detalhes, porque existe uma única fotografia da fachada do templo. Planta, nem pensar. Do interior, conheço apenas uma foto, e o local também não é o mesmo. O novo-velho templo é um prédio construído no bairro Batista Campos, a uma boa distância da localização do original, que teve vida curta na função: apenas doze anos, até o segundo templo-sede ser inaugurado, em 1926.

Mas a ideia é simplesmente fazer desse templo uma espécie de memorial, o que é uma iniciativa louvável para a preservação da história assembleiana. Uma congregação já está funcionando ali, mas o templo também estará aberto a visitação fora dos horários de culto.

Interior da réplica do primeiro templo, no dia da inauguração

(Fotos: Auristela Brasileiro; cortesia do pastor Benjamin Ângelo de Souza. Dica do Fábio José Lima.)

Anúncios

4 comentários em “AD de Belém inaugura réplica do primeiro templo

  1. Olhem para Cristo!!!

    Muitos assembleianos terão suas almas salvas assim como os membros de outras denominassões, por isso, digo mais uma vez: Olhem para Cristo e deixem que cada receba o seu pago.

    A Assembleia de Deus hoje ainda é uma denominação de muito respeito, pois ainda encontramos nela homens e mulheres de Deus que buscam a face do Senhor.

    Em Cristo.

    Johanes Rabelo

    Curtir

  2. Graça e Paz Judson,

    Uma iniciativa louvável da Assembleia de Deus de Belém – Pará, Igreja Mãe, outras inaugurações virão até a semana da festa, resgatar a memória sempre é bom.

    Curtir

  3. Seria de suma importância também que na atual Assembléias de Deus houvesse um retorno aos princípios basilares do Evangelho pregado pelos pioneiros, como simplicidade, amor as almas, vigor espiritual, ardor missionário – pois o que presenciamos atualmente na mesma é o notório abandono da condição de ser sal e luz no Brasil, vide o comportamento dos Líderes atuais da AD.

    A Assembléia de Deus não é mais coesa em sua liderança, nem na sua teologia, o pragmatismo é a bandeira há muito tempo, tendo como consequencia uma fragmentação que lhe fez mal, se tornou um “curral” eleitoral de inescrupulosos líderes, que se arvoraram no pseudo direito “divino”, de se perpetuar no “poder” em detrimento do bem estar do povo assembleiano.

    Esses líderes são sub-produtos copiados à sombra de ditaduras políticas brasileiras não muito recentes, sem nenhuma familiaridade e consciência democratica, sendo mais amigos do ego e da soberba do que referências da ética e do amor cristão.

    Estão anos luzes do exemplo de um Ghandi, Martim Luter King ou o irmão humilde da esquina, pra ficar só no exemplo dos mortais.

    Todavia aguardo o levante dos 7.000 que não se dobraram perante Mamom.

    Fraternalmente

    Mauro Silva

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s