Sobre as amizades perdidas

Quando soube da morte de meu amigo Ildo Campêlo, faz algum tempo, escrevi em algum lugar: “Há poucos dias morreu um amigo, mas essa ainda é a melhor maneira de perder um amigo”.

Existem amizades de madeira e palha, que são boas, mas não vão além do tempo de uma viagem ou de um curso. Há também as que simplesmente são boas enquanto duram. No entanto, ver ainda em vida uma amizade de ouro, que deveria sobreviver ao fogo, se desfazer em cinzas é uma experiência que pode tão ser dolorosa quanto a morte. Deus, em seus insondáveis desígnios, permite que experimentemos esse tipo de dor para dar à nossa alma a configuração que ele deseja, mas que nem sempre conseguimos distinguir. Podemos até encontrar nele algum consolo, mas o consolo não extingue a dor, é apenas um contrapeso para evitar que a casa desmorone.

Já experimentei perdas assim. Meu melhor amigo, “que comia do meu pão”, assaltou a minha casa. Tive o desprazer de levar a polícia até a casa dele para prendê-lo. Amigos “à prova de fogo” sacrificaram a amizade comigo por causa de dinheiro ou para manter o emprego. Foram meses de dor e de muitas perguntas.

O pior é que as cinzas da amizade perdida dessa maneira não podem ser varridas para longe. De alguma forma, os resíduos ficam circulando à sua volta. Um casamento pode ser substituído por outro melhor, porém as amizades são únicas. A amizade perdida permanece no edifício da sua vida como um quarto lacrado, um santuário às avessas, um cômodo que não admite reforma para novas funções. Você passa diante da porta fechada e sabe que nada ali dentro está mais ao seu alcance.

Mais uma vez, estou vendo queimar o ouro. Duas pessoas saudáveis e uma amizade desenganada. Quando se for, a não ser que haja um milagre ou a boa notícia de que o diagnóstico estava errado, restará outra nuvem de cinzas, outro santuário sombrio, outra jornada dolorosa e mais perguntas. Talvez haja algum consolo, uma acomodação com o tempo, mas nunca a extinção da dor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s