Lições Bíblicas: “Filadélfia, a igreja do amor perfeito”

Lição 8 — 2.° trimestre de 2012

Neste domingo, estudaremos sobre a igreja de Filadélfia, uma das duas únicas entre as sete igrejas da Ásia que não recebem crítica, de acordo com o autor (a outra é Esmirna; ver o quadro da página 58). No entanto, seria interessante discutir se a expressão “pouca força” não constitui uma crítica, ainda que suave. Penso que seria interessante propor essa discussão aos alunos. Ressalte que, de um lado, a fraqueza é uma deficiência. De outro, no contexto da carta, tornou louvável a postura de não negar o nome de Cristo (ver também o comentário na seção “Uma igreja amorosa, paciente e confessante”).

Filadélfia, a cidade do amor fraternal

O nome Filadélfia significa “amor fraternal”, o que por certo evoca as constantes recomendações apostólicas para a boa convivência entre irmãos (Rm 12.10; 1Ts 4.9; 1Pe 1.22; 2.17 etc.). A igreja de Filadélfia talvez fosse a prova viva na época de que o amor fraternal (e pelo próximo) é o segredo da igreja bem-sucedida. Lembre os alunos de que a igreja de Éfeso (lição 3) foi aconselhada a voltar ao primeiro amor. A tendência dos dias de hoje é o individualismo, que torna os seres humanos “amantes de si mesmos” (2Tm 3.2), o que vem a ser o oposto do amor fraternal.

A identificação do missivista

Cristo se apresenta como “verdadeiro” a uma igreja caracterizada pelo verdadeiro amor, ou seja, a harmonia entre a Cabeça e o Corpo era perfeita. Os “falsos cristos” (Mt 24.24) são caracterizados principalmente pelo engano e, naturalmente, não são motivados pelo amor. Sobre isso, um tema bem atual e brasileiro é a aproximação entre o líder assembleiano (de Madureira) Manoel Ferreira e o reverendo Moon, um falso profeta que alega estar consertando a obra de Cristo, que, segundo ele, falhou em sua missão. Pesquise o assunto e apresente as suas conclusões aos alunos.

Uma igreja amorosa, paciente e confessante

A “força na fraqueza” é um tema cristão. Sobre esse assunto, veja o que diz o Comentário bíblico pentecostal: Novo Testamento (CPAD) a 2Coríntios 12.10:  “Paulo passou a não mais ver as fraquezas de sua carne como  prejuízos, mas como lucros. Estava contente por conviver com estas, descobrindo o poder de Deus por meio da aceitação de suas próprias fraquezas (v. 10). De fato, elas se tornaram sua vanglória porque o segredo do poder de Deus reside em sua identificação voluntária com a fraqueza. É desnecessário mencionar que a própria situação de Paulo constitui-se um paralelo ao caminho tomado por seu Salvador que, através da identificação com a fraqueza humana, fez com que o poder de Deus fosse revelado e concedido para a salvação da humanidade (Fp 2.5-11; cf. Ef 1.19,20; Cl 1.9-12)”.

Filadélfia nos últimos dias

A cidade de Filadélfia foi sacudida durante vinte anos por abalos recorrentes ao grande terremoto de 17 d.C. (ver o “Auxílio bibliográfico”). Segundo o historiador William M. Ramsay (1851-1939), foi daí que se extraiu a ideia do “novo nome” (v. 12), por causa da proposta de trocar o nome da cidade para Neocesareia, em gratidão à ajuda generosa de Tibério César durante a calamidade.

Lição 9 (leia aqui).

Anúncios

Um comentário em “Lições Bíblicas: “Filadélfia, a igreja do amor perfeito”

  1. Sem sombras de dúvidas, a igreja como instituição está muito longe do modelo da igreja em Filadélfia. Fala-se muito em amor, mas a prática não existe. A cada culto são tiradas contribuições e “dizimos” em prol da “obra” de Deus, contudo tais contribuições nunca são direcionadas para o que de fato deveriam ser – o auxílio aos carentes ou a igreja como corpo de Cristo, como foi no início da igreja após o pentecostes. Em contrapartida é notório o aumento do patrimônio dos que lideram essas igrejas.

    O espírito do anticristo já age em nosso meio e só aguarda o momento propício para se manifestar. Espero não estar mais aqui quando esse dia chegar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s