Lições Bíblicas: “Superando os traumas da violência social”

Lição 4 — 3.° trimestre de 2012

A violência é um tema perene na história humana, com vastas aplicações em praticamente todas as áreas da vida. Estranhamente, a lição está dividida em apenas duas seções principais e o assunto é apresentado apenas de forma genérica. Portanto, uma boa exposição do tema exigirá do professor alguma pesquisa, se ele quiser enriquecer a aula com boas ilustrações, o que é sempre recomendável.

A violência impera sobre a terra

A origem e a multiplicação da violência. A narrativa da história humana após a Queda começa com um episódio de violência, em que Caim mata o próprio irmão Abel. É interessante que o primeiro crime de que se tem registro foi cometido por causa de uma questão religiosa (Gn 4.3-15). Um homem chamado Lameque matou dois jovens, e o seu depoimento revela até certo orgulho desses atos (Gn 4.23,24). Os crimes de Lameque transferem a violência para o cotidiano, de modo a não poder mais ser contida, exceto por uma medida extrema da parte de Deus (Gn 6.11-13).

A violência na sociedade atual. É neste tópico que você deve concentrar a sua pesquisa em busca de exemplos atuais. A boa notícia (que não deixa de ser uma má notícia) é que não será difícil encontrá-los. Você pode discutir com os alunos um crime recente ocorrido em sua cidade. Algum fator social, como a miséria, está relacionado a esse crime? Isso justifica ou torna inevitável a violência? Foi um crime cometido por dinheiro/ ganância? Foi por interesse político? Foi um crime passional? Naturalmente, você deve estar preparado para explicá-lo à luz das Escrituras.

Se o seu público é mais jovem, provavelmente surgirá a questão da violência nos videogames. Sugiro a leitura de dois artigos que poderão ajudá-lo em seus argumentos, contra ou a favor (leia aqui e aqui). Expanda a pesquisa, de modo a estar preparado para responder aos alunos, talvez alguns deles sejam viciados nesses jogos.

Outra questão, para o público mais adulto, é a indústria da guerra. Essa realidade é relatada de maneira magistral no filme O senhor das armas, estrelados por Nicolas Cage. Aliás, o filme é baseado numa história real. Recomendo que você o assista (pode ser baixado pela Internet). Você também encontrará muitos artigos e reportagens sobre o assunto.

Violência, um problema de todos

Quando o crente é perseguido. A perseguição à igreja não é coisa do passado. Fala-se da era dos mártires, mas eles nunca deixaram de existir. O mapa da perseguição aos cristãos é bastante vasto. Consulte as página brasileiras da Missão Portas Abertas (clique aqui) e de A voz dos mártires (clique aqui). Você encontrará muitas notícias de perseguição à Igreja e até uma “Classificação de países por perseguição”. Apenas tenha cuidado ao selecionar os exemplos, porque algumas notícias espalhadas pela Internet não são verdadeiras (para um exemplo, clique aqui).

A intolerância contra os cristãos está agora tomando vulto mundial por conta do politicamente “correto”, que é uma forma dissimulada de esmagar por meio de maciça campanha midiática os princípios da ética judaico-cristã.

O bom samaritano e as ações da Igreja. As igrejas não devem se envolver com a violência. Tem havido nos últimos tempos um certo apelo na mídia cristã aos crentes para que se tornem mais conscientes de sua cidadania e a exerçam principalmente por meio de protestos. Mas é preciso cuidar para que, no exercício do direito, não nos tornemos violentos também. Escrevi sobre esse assunto o artigo “Os crentes e o jogo da cidadania” (leia aqui).

Lição 5 (leia aqui).

Anúncios

Um comentário em “Lições Bíblicas: “Superando os traumas da violência social”

  1. A revista Veja dessa semana aborda o aborda o tema da violência no Brasil. Parece até que a CPAD e a editora Abril combinaram…
    Abraço!

    Bem lembrado, Mário Sérgio. Eis outra dica para os professores.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s