Meditações ao acaso: 2Coríntios 12.7

Paulo, privilegiado espectador da glória futura, pagou um preço alto por essa concessão extraordinária. O  “espinho na carne” funcionava como um contrapeso para mantê-lo humilde, pois sem ele o prato de sua personalidade penderia incontrolavelmente para o orgulho e daí para a ruína. Não há como negar que essa estranha providência foi mais uma prova do amor ilimitado de Deus, que não nos deixa ser tentados além dos limites de nossa capacidade.

O que nos aflige às vezes é o que nos salva.

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s