Meditações ao acaso: Lucas 18.19

A integridade de Deus é absoluta, a do ser humano, relativa. Somos honestos, mas podemos cometer um ato de desonestidade. Temos “bom coração”, mas podemos agir de maneira cruel. Deus, no entanto, nunca age com maldade. Mesmo os seus atos mais incompreensíveis são motivados por seu caráter bondoso e benigno.

Anúncios

Um comentário em “Meditações ao acaso: Lucas 18.19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s