Lições Bíblicas: “A fidelidade dos obreiros do Senhor”

Lição 6 — 3.° trimestre de 2013

Sugiro como introdução o vídeo gravado pelo pastor Cesar Moisés, chefe do Setor de Educação Cristã, da CPAD:

A preocupação de Paulo com a igreja

“Jeff Caliguire escreveu o seguinte em seu livro Os Segredos de Liderança de Paulo: ‘Ele comprometeu a sua vida inteira à sua missão, usou de cada oportunidade para compartilhar a sua visão, investiu em líderes que despontavam e aguentou firme quando a maioria teria jogado a toalha’. Alguns dos obreiros nos quais Paulo investiu tempo e minis­tério foram Timóteo, Tíquico e Tito. Na equipe de Paulo nas suas viagens missionárias sempre havia líderes como Lucas, Áquila e Priscila e outros, os quais, sob a liderança de Paulo, aprenderam que o exercício do ministério do evangelho é feito pelo caminho da abnegação, da humildade, da disposição para trabalhar e pelo amor à obra de Deus. Está escrito em 2 Timóteo 4.10-12 acerca de alguns obreiros que estavam com Paulo. Um deles, Demas, o desamparou; porém, Crescente, foi enviado por Paulo à Galácia; Tito, para a Dalmácia; e Tíquico foi para Efeso. Agora, Paulo resolve enviar Timóteo, que estava com ele em Roma, para Filipos. Todos esses eram obreiros que trabalhavam com Paulo, e ele passou para seus liderados o ardor pela obra de Deus e a dis­posição para sofrer por essa obra com a garantia do galardão na presença de Deus. Uma das principais lições ensinadas por esse apóstolo foi a capacidade de ser um líder-servidor. Mesmo tendo uma personalidade forte, Paulo aprendeu com Cristo que a obra maior do líder cristão é servir” (Elienai Cabral).

O envio de Timóteo a Filipos

“A maneira pela qual Timóteo é mencionado, tanto aqui como em 1:1, serviu de indício a alguns comentadores que a situação em Filipos representava séria ameaça à missão paulina. Por esta razão, Paulo se associa a seu colega (veja-se 1:1) e elogia-o, como sendo digno de confiança, desinteressado de si mesmo, mas interessado na igreja filipense. Paulo planeja enviá-lo o mais breve possível, não esperando pela sonhada libertação da prisão, de modo que Timóteo ajudará a resolver os problemas em Filipos, e Paulo se sentirá animado (gr. eupsychein, uma palavra rara, usada nos manuscritos, e inscrições lapidares, para encoraja­mento dos que partem, e dos que sofrem). Contudo, não há ameaça de morte sobre Paulo (segundo Lohmeyer), pois ele espera estar vivo para receber notícias, no regresso de Timóteo, mesmo havendo dúvida quan­to à sua mais distante perspectiva de sobrevivência (v. 23). Paulo aguarda com ansiedade as notícias sobre a receptividade positiva dos filipenses à sua epístola, de tal maneira que ele se sentirá animado, com Timóteo, pelo sucesso de sua missão. A estrutura da sentença e a seqüência, no versículo 21, sugerem que Paulo está escolhendo Timóteo, dentre todos ao seu redor, não apenas porque ele possuía qualidades admiráveis, mas principalmente, porque ninguém, ali, poderia fazer aquilo que Paulo podia esperar de Timóteo” (Martin P. Ralph).

Epafrodito, um obreiro dedicado

“Epafrodito foi também enviado como ajudante do apóstolo em sua prisão, porém, neste mesmo tempo, o mensageiro dos filipenses adoeceu gravemente e quase morreu. Por esse motivo, logo que Deus, apiedando-se de Paulo e de Epafrodito, restaurou a saúde deste, o apóstolo o enviou de volta a seus irmãos de Filipos. É claro que Epafrodito, a dádiva viva dos filipenses a Paulo, tenha sido portador, além das oferendas a que já aludimos, de uma carta na qual eram focalizados certos problemas da igreja. Por esse motivo, o apóstolo, aproveitando o fato de estar Epafrodito cheio de saudade de sua terra, após restabelecer-se da moléstia que o acometera, fê-lo portador da extensa carta que estamos apreciando, que não é senão a resposta aos seus irmãos de Filipos. Uma corrente de inquietação sobre parte dos convertidos pelo apóstolo foi revelada dada a ansiedade de Paulo em reafirmar aos filipenses sua profunda gratidão. Regozijou-se realmente seu mestre amado naquelas ofertas voluntárias? Estaria ele um pouco mais frio do que usualmente ou eles não o estavam compreendendo bem? Paulo, em palavras memoráveis, no entanto, enche suas mentes e seus corações de paz. A outra importante razão que também deu motivo à epístola foi a necessidade de corrigir certas irregularidades da igreja, as quais, provavelmente, foram relatadas na carta que os filipenses enviaram a Paulo. Tais irregularidades poderiam ser mais bem esclarecidas pelo próprio Epafrodito. Possivelmente eram as seguintes: [1] Pessimismo reinante entre os filipenses por causa da perseguição e as más notícias da prolongada prisão de Paulo. [2] Divisão na igreja, dada a incompatibilidade pecaminosa de alguns de seus membros. Duas mulheres, em particular, Evódia e Síntique, foram a causa do atrito [Fp 4.2]. Não houve em Filipos partidarismos extremados, como em Corinto, mas simplesmente murmurações e discussões de caráter secundário. [3] Deslealdade, rastejando de seus lugares sombrios, cresceu, em sua ausência, alimentada pelos judeus inimigos de Paulo [Fp 3.2;  4.8]. Isso, entretanto, era apenas em pequena escala e Paulo sentia que uma advertência bastava para restaurar a antiga lealdade” (F. Davidson).

Obs.: Disponibilizei para download dois comentários antigos (em inglês) da Carta aos Filipenses (clique aqui para baixar). 

Lição 7 (leia aqui).

BIBLIOGRAFIA. Bíblia. Português. Bíblia de estudo NVI. Nova versão internacional. 
Org. por Kenneth Barker. Tradução de Gordon Chown (notas). São Paulo: Vida, 2003. 
* Bruce, F. F. Filipenses. Tradução de Oswaldo Ramos. São Paulo: Vida, 1992 
(Novo Comentário Bíblico Contemporâneo). * Cabral, Elienai. Filipenses: a 
humildade de Cristo como exemplo para a igreja. Rio de Janeiro: CPAD, 2013. * 
Martin, Ralph P. Filipenses: introdução e comentário. Tradução de Oswaldo Ramos. 
7. reimpr. São Paulo: Vida Nova, 2011. * Davidson, F. O novo comentário da Bíblia. 
6. reimpr. São Paulo: Vida Nova, 1985, v. 2.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s