Humilde sem querer

Existe uma plaquinha com a frase em inglês: Not I, but Christ (“Não mais eu, mas Cristo”), uma alusão ao texto de Gálatas. Desenhado dentro da letra I, está um homem orgulhoso de pé e com a cabeça erguida, e dentro da letra C,um homem encurvado, ajoelhado e quebrantado diante de Deus. O reverendo Augustus Nicodemus Lopes conta uma história que envolve essa plaquinha:

Quando estudei no Seminário Presbiteriano do Norte, meu sogro, o reverendo Francisco Leonardo, que na época era o diretor, mandou fazer dezenas de quadrinhos com aquela imagem, e um deles foi pendurado atrás da porta de sua sala, bem embaixo, perto do chão.

Quando um seminarista entrava na sala com pose arrogante, cheio de si, achando-se dono da verdade, o reverendo Francisco, sentado em sua cadeira, pedia:

— Você pode ler aquele quadrinho para mim? — E apontava para a plaquinha atrás da porta.

O rapaz, naturalmente, não conseguia ler em pé. Abaixava-se um pouco e ainda não conseguia. Por fim, era obrigado a se ajoelhar para ler o quadrinho.

E, enquanto ele estava ajoelhado, o reverendo Francisco chegava por trás dele, colocava a mão sobre a cabeça do seminarista e orava em voz alta:

— Ó Deus, tem misericórdia deste teu servo que está aqui humilhado e de joelhos diante de ti, pedindo a tua graça.

Você deve estar se perguntando se ele fez isso comigo também. Sim, ele fez!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s