Discernindo o perigo no campo missionário

Dois missionários percorriam uma trilha pelo meio da selva com a intenção de chegar a uma aldeia para ministrar aos nativos. Caminhavam apreensivos toda vez que faziam aquele percurso, porque alguém os alertara de um grupo canibal que fazia incursões nas redondezas e que por certo não dispensaria um guisado transcultural.

Depois de percorrer a mesma trilha diversas vezes, os dois obreiros já estavam começando a pensar que se tratava de lenda, mas naquele dia sentiram o sangue gelar ao ver surgir à sua frente um pequeno bando de indígenas mal-encarados. Pelas descrições que tinham ouvido, não tiveram dúvidas: estavam diante dos temíveis canibais.

— Estamos ferrados! — cochichou o mais jovem para o companheiro.

— Não, não estamos — retrucou o outro depois de observar o bando por uns instantes.

Avançaram mais uns passos, até ficarem ao alcance da mão dos primeiros canibais postados em cada lado da trilha.

 — Estamos ferrados, tenho certeza! — repetiu o jovem, mas o outro insistia em que não havia perigo.

Caminharam mais uns passos, e agora estavam no meio do corredor humano.

— Ainda acha que não estamos ferrados?

O missionário mais velho manteve a sua convicção, impassível. Chegaram ao fim do corredor e podiam sentir olhos curiosos e famintos cravados nas costas.

— Ainda acho que estamos ferrados — gemeu o rapaz.

— Não, não estamos, e vou provar que você está errado. — Dito isso, apanhou uma pedra do chão e ordenou com firmeza: — Atire esta pedra contra um deles.

O outro, sem entender nada e depois de muita hesitação, finalmente fez o que o companheiro mais experiente lhe pedira. A pedra atingiu em cheio um dos indígenas, que caiu desacordado. Não se passou um segundo, e o restante do bando pôs-se a correr atrás dos missionários numa gritaria medonha. Então o missionário mais velho falou para o mais novo:

— Viu? AGORA estamos ferrados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s