CGADB: a guerra das manchetes

***

No dia 9 de junho de 2010, noticiei aqui que o pastor Samuel Câmara estava sendo investigado pela Polícia Federal, uma notícia verdadeira, mas publicada no no jornal O Globo com cinco anos de atraso, e ninguém duvidou que se tratava de uma retaliação da CGADB ao eterno oponente do pastor José Wellington, presidente da entidade. Acredita-se que os partidários da situação usaram de influência para fazer com que o jornal carioca reeditasse a matéria.

Agora chegou a vez de o pastor José Wellington se tornar alvo das investigações da PF, segundo o jornalista Ricardo Boechat, que publicou em sua coluna no site da revista IstoÉ a seguinte nota:

A Polícia Federal investiga o pastor José Wellington Bezerra Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil há 25 anos. O inquérito feito a pedido do procurador Antonio Cabral, do Ministério Público Federal, é para apurar supostos crimes previdenciários, de lavagem de dinheiro e contra a ordem tributária. Tudo começou com denúncia ao MPF feita por sete pastores da denominação, representados pelo Escritório Jorge Vacite Neto, do Rio de Janeiro.

Os “sete pastores”, naturalmente, fazem parte da oposição. Não sei como a notícia chegou à IstoÉ, mas imagino que tenha sido por influência ou indicação de alguém interessado em ver  também o nome do oponente envolvido numa investigação federal, exatamente como no caso anterior. O blogueiro João Cruzué comenta: “Na minha pesquisa não encontrei nada no banco de dados do MPF nem da PF. No site da Banca de Advogados constava a mesma notícia do Blog do Jornalista Ricardo Boechat. Sobre este assunto de supostos crimes previdenciários, deve ser café requentado, ainda do tempo da derrota do Pastor Samuel Câmara na Convenção da CGADB em Vitória-ES”. 

Não satisfeitos em terceirizar a lavagem de roupa suja nos tribunais humanos, agora querem torná-la espetáculo para os descrentes. Se as coisas não forem logo resolvidas, é provável que estejamos vendo aí o início de uma guerra de manchetes.  

 

Anúncios

Um comentário em “CGADB: a guerra das manchetes

  1. Acho o José Welligton um mal maior na CGADB… Acho que 25 anos como presidente da Convenção geral estrapolaram todo o limite de tempo suportável e estah passando a ideia de um reinado papal ou do comunista Fidel Castro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s