Fervor também pode ser mornidão

Do artigo: Lições Bíblicas: “Laodiceia, uma igreja morna”.

A igreja de Laodiceia caracterizava-se pela mornidão espiritual, figura de linguagem que pode ter sido emprestada das águas termais que chegavam mornas de Hierápolis por meio de aquedutos. Enquanto a água fria é ótima para beber beber e a água quente tem aplicações medicinais, a água morna não serve para uma coisa nem para outra.

Interessante que a mornidão não está ligada ao fervor, mas à arrogância. Laodiceia era uma comunidade autossuficiente, tanto que, após um grande terremoto, recusou a ajuda do Senado romano para reconstruir a cidade. Essa autossuficiência parece ter contaminado a igreja também.

Nós, pentecostais, tendemos a confundir mornidão com ausência de manifestações espirituais, mas a verdade é que muitas igrejas de hoje, especialmente entre as neo e pseudopentecostais, a despeito do rebuliço que caracteriza as suas reuniões, não produzem nenhum fruto que seja realmente espiritual (leia aqui o artigo “O reteté e a regra paulina de culto”). Esses grupos, iludidos com essas exterioridades, costumam presumir que são mais espirituais que os outros, e isso não é outra coisa senão arrogância. São igrejas espiritualmente inócuas, ou seja, as suas obras também são “mornas”.

A cegueira leva essas igrejas a terem uma visão distorcida de si mesmas, seja por causa da satisfação com a sua falsa espiritualidade, seja por causa das riquezas e do poder temporal que possuem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s