Um ano fora de casa

Hoje faz um ano que me separei de fato daquela com quem estive casado por trinta anos. Digo de fato porque quando um casamento se deteriora a separação começa ainda dentro de casa. As tentativas de recomeço não deram certo, e chegou o momento em que percebemos que a distância seria menos nociva que a proximidade.

No dia 21 de dezembro de 2013, cheguei à pequena cidade praiana de Balneário Barra do Sul, em Santa Catarina. Fui acolhido com muito carinho pela minha irmã mais nova, Geter, e pelo meu cunhado Gilson. Eles moram numa casa ampla, e tive direito a uma espécie de quitinete com saída individual que atende perfeitamente às minhas necessidades.

Saí de casa com os meus livros e um computador que já está na terceira idade. Deixei com a ex o carro, que já era um presente mesmo, e a casa, que acabei de quitar no mês passado.

Meu amigo Dilnei Dionísio foi buscar em Curitiba as dezenas de caixas da minha pequena biblioteca e os pertences que acumulei ao longo dos anos — pouca coisa, porque nunca fui materialista, eu acho. Ele não quis cobrar a viagem. Disse-me que era um presente, uma ajuda para eu recomeçar a vida.

De fato, este ano semilímbico deu-me a oportunidade de planejar uma nova vida para mim, o rompimento de antigos vínculos compensado por novas metas. Em janeiro, vou dar entrada no divórcio, fixar residência em outra cidade e, se Deus quiser, dedicar-me de corpo alma à realização do sonho, que já vi frustrado algumas vezes, de ter a minha editora. E, claro, revitalizar o blog, que está respirando por aparelhos. Nova morada, novas rotinas, novos desafios: acho que o clichê “ano novo, vida nova” será uma realidade para mim em 2015. Mal posso esperar.

Anúncios

4 comentários em “Um ano fora de casa

  1. Meu prezado Judson Canto, eu não comento as suas publicações faz alguns meses, no entanto, sempre leio seus artigos. Nesta sua nova caminhada desejo-lhe que todos os teus desejos e planos sejam realizados, e que você seja abraçado por aquela alegria na qual respiramos satisfeitos onde um estado de contentamento inunda-nos por completo. Um forte abraço Judson! Conte comigo!

    Muito grato pelo apoio, Oseias.

    Curtir

  2. Que o ano de 2015 seja ainda melhor do que você tem desejado! Deus é bom infinito, ele gosta de dar novas chances e sempre nos surpreende. Abraço e um Feliz Ano Novo, sempre na Paz do Senhor! :)

    Tenha um 2015 muito abençoado também, Adeliny.

    Curtir

  3. Feliz natal e um prospero ano novo, Que Deus abençoe muito a tua vida e cumpra o desejo do teu coração, estou sempre orando e torcendo por você ,grande abraço Dilnei dionisio

    Valeu mais uma vez, amigo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s