Últimos dias na Barra do Sul

Quitinete

Curral provisório desta ovelhinha em Curitiba

Depois que me separei, eu havia planejado uma estada de seis meses em Balneário Barra do Sul, e semana que vem se completam dezenove. Sou de temperamento melancólico, conforme uma definição ultrapassada, pessimista por natureza, mas estranhamente sempre fiz projeções otimistas para a minha vida pessoal. A necessária mudança de ares, depois o cumprimento de algumas obrigações financeiras, como a quitação da casa que deixei para a ex, e por fim as pesquisas imobiliárias arrastadas foram me prendendo na pequena cidade praiana catarinense.

Como o meu plano era regressar a Curitiba, e fica difícil escolher uma casa a 160 quilômetros de distância, tomei a decisão estratégica de alugar uma quitinete na capital paranaense e assim procurar com tranquilidade a minha nova vivenda, que deverá ter espaço para abrigar também a minha editora incipiente, pois não tenho a mínima intenção de pagar dois aluguéis.

Meu plano agora (otimista também, eu acho) é alugar uma boa casa ou apartamento, ajeitar os meus trastes por um ano e nesse meio-tempo reunir recursos para comprar um imóvel ou dar uma boa entrada, pelo menos.

Para a quitinete, que não tem prazo mínimo de aluguel, levo o computador, as roupas e uma caixa com uns livros essenciais, até porque conto também com uma boa biblioteca digital, baixada desavergonhadamente da Grande Rede. O restante ficará armazenado aqui, até eu conseguir um local mais amplo. Meu filho pegou as chaves hoje, e me mudo no próximo dia 27.

Saio da condição semilímbica para a provisória, mas já é um progresso. Melhor ainda, vou ficar perto de dois de meus filhos e de um grande supermercado, para as minhas incursões diárias (não há supermercados grandes na Barra do Sul). Mais uma vez, não consigo ser pessimista.

Anúncios

2 comentários em “Últimos dias na Barra do Sul

  1. É; agora que peguei o endereço do irmão Vicente Fischer para ir a Barra do sul e dar uma passadinha na igreja para lhe ver; Porque ultima vez que te vi foi no ano de 2000
    quando estava me separando também ( mas é uma longa historia; porque após 7 anos estamos juntos outra vez )…Mas estou de volta ajudando teu amigo J.P. Müller em Joinville, Sei que haverá oportunidades para nos vermos… Tenha paz nesta nova caminhada e sejas conduzido por longos dias nesta terra pelo comando de Cristo Jesus para vejas os filhos dos filhos dos teus filhos; Para que vejam a contemplação de teus sonhos… Toninho.

    Vamos nos ver de novo, sim, Toninho, para relembrar os velhos tempos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s