Se Jesus fosse casado…

Jesus casado

Não, obrigado (3)

Vaccari

A tarefa mais difícil de Maria

Young jesus in BathTime

Não, obrigado (2)

Ativação profética

Nada que um batismo não resolva

Nos tempos da colonização brasileira, um padre acaba de batizar um índio e instrui o recém-convertido:

— Você não é mais o Acauã. Agora se chama José e não vai mais comer carne de caça na sexta-feira, apenas peixe.

O índio aceita a orientação sem protestar e vai para casa. No dia seguinte, justamente uma sexta-feira, o padre vai visitar o mais novo católico da aldeia e o encontra perto de uma fogueira atracado com um suculento pernil de capivara.

— Mas o que é isso, José?! — escandaliza-se o padre. — Eu não lhe disse que na sexta-feira você só pode comer peixe? Você está cometendo um pecado!

— José não pecar — retruca o índio com toda a tranquilidade, sem interromper a refeição.

— Como assim? — quis saber o padre.

— Simples. José pega capivara, derrama água e diz: “Agora você não capivara. Agora chama peixe”. Aí pronto.