Morre o pastor Horácio da Silva Jr.

Morreu na noite passada, aos 85 anos, o pastor Horácio da Silva Jr., da AD em Bento Ribeiro (RJ), em razão de várias complicações de saúde, que lhe custaram algumas internações e cirurgias. Era presidente do Ministério Boa Esperança (MIBE), mas ficou conhecido principalmente por ter ocupado o cargo de diretor executivo da CPAD  no período de 1987 a 1993.

Entrevistei-o rapidamente em 1991, na festa dos 80 anos da AD, em Belém do Pará. Na época, eu editava o jornal O Assembleiano, tido como um tanto ousado para os padrões da denominação, mas ele chegou a comentar de maneira positiva a forma em que fazíamos jornal.

Ele será velado no templo-sede da AD em Bento Ribeiro e o sepultado no Cemitério de Sulacap, no Rio de Janeiro.

Anúncios

Editoras evangélicas entre as mais populares no Twitter

Três editoras evangélicas estão entre as brasileiras mais populares no Twitter, segundo o ranking do mês de julho (atualizado até 3/7).

A Mundo Cristão ocupa o 2.° lugar, superada apenas pela Intrínseca. A CPAD aparece em 8.° lugar, acima de editoras não evangélicas importantes, como a Record, a Sextante e a L&PM. A Casa Publicadora Brasileira (adventista) conquistou o 17.º lugar. Veja a lista:

1.  113.000 Intrínseca @intrinseca
2.  108.000 Mundo Cristão @mundocristao
3.    89.200 Editora Rocco @editorarocco
4.    85.100 Companhia das Letras @cialetras
5.    60.700 Editora Gutenberg @Gutenberg_Ed
6.    59.500 Novo Conceito @Novo_Conceito
7.    58.400 Editora Saraiva @editorasaraiva
8.    53.800 Editora CPAD @EditoraCPAD
9.    51.900 Galera Record @galerarecord
10.  50.200 Editora Record @editorarecord
11.  49.700 Editoria Arqueiro @editoraarqueiro
12.  48.300 Editora Autêntica @Autentica_Ed
13.  44.400 Sextante @sextante
14.  40.400 Editora Leya @EditoraLeya
15.  36.700 Cosac Naify @cosacnaify
16.  36.400 Suma de Letras @Suma_BR
17.  33.300 Casa Publicadora @casapublicadora
18.  32.400 Editora Nemo @editoranemo
19.  29.200 L&PM Editores @LePM_Editores
20.  29.000 Editora RT @revtribunais*

*Fonte: Livros só mudam pessoas.